Em: Dicas
11:56 | 21/11/2018

Cuidados com o carro que você deve ter todo mês

Nenhum comentário
Cuidados com o carro que você deve ter todo mês

Um dos bens mais importantes é o nosso carro, mas para que ele nos auxilie no dia a dia da forma devida, é preciso estar atento a alguns itens de manutenção.

Não se trata apenas dos cuidados ao abastecer, para evitar que combustíveis adulterados prejudiquem o motor; ao guardar o veículo, preferindo vagas na sombra e em locais seguros; ou ao lavar, preocupando-se em retirar todos os resíduos de poeira sem arranhar a pintura do automóvel. Embora esses sejam os cuidados mais conhecidos, existem também outros aspectos do veículo aos quais você deve se atentar mensalmente.

Veja, a seguir, como cuidar do seu carro todo mês para que ele se mantenha em bom estado por mais tempo.

Freios

Aqui, o importante é dar uma checada, periodicamente, no líquido de freio. Caso perceba que o seu nível está abaixo do recomendado no reservatório, fique atento: isso pode indicar algum vazamento no sistema, o que pode exigir reparação ou substituição de peças.
Se nenhum vazamento foi constatado, essa diminuição pode estar relacionada ao desgaste das pastilhas e discos de freio. Nesse caso, não deixe de levar o seu veículo ao mecânico a fim de que todo o sistema de frenagem seja analisado.

Correias Dentada

A sua função é manter o sincronismo entre a árvore de manivelas e o eixo comando de válvulas.
Sua substituição ocorre em média a cada 50.000 quilômetros, mas verifique o manual do proprietário. Trata-se de um item muito importante, pois a sua quebra poderá ocasionar a trava do motor comprometendo todos os componentes.

Pneus

Mais uma vez, no caso dos pneus a principal preocupação é com o desgaste:
• observe e, se notar uma área mais gasta no centro da roda, é sinal de que a pressão ao calibrar é maior do que a indicada pelo fabricante;
• se esse desgaste for maior nas laterais, pode indicar pressão abaixo do recomendado;
• e caso o desgaste esteja em algum lado interno ou externo, desconfie de problemas de alinhamento da suspensão.

Calibrar na pressão ideal contribui para a economia de combustível e evita desgastes prematuros. Procure fazer a calibragem, com o veículo frio, no mínimo duas vezes por mês, e recorra ao manual para obter informações a respeito da pressão recomendada.

Além disso, não deixe também de tomar esses cuidados com o estepe.

Bateria

Responsáveis pelo armazenamento de energia gerada pelo alternador e que é dispensada ao funcionamento de todo sistema elétrico/eletrônico do carro.

Hoje são do tipo “seladas”, isso significa que não é necessário que lhe sejam adicionada água, contudo não estão totalmente livres de manutenção.

Verifique periodicamente se os cabos estão limpos, sem zinabres, e bem fixados aos pólos da bateria.

Teste regularmente as condições de funcionamento do sistema de carga e partida; bateria; alternador e motor de partida.

Óleo

O óleo do motor tem a função de lubrificar as partes móveis e precisa de uma atenção especial.

É imprescindível fazer sua substituição no período conforme especificação* da montadora, pois dessa forma o consumo de combustível será adequado e a emissão de poluentes do veículo será controlada. Caso não ocorra a troca nos períodos determinados, poderão ocorrer falhas no sistema de lubrificação e consequentes avarias internas no motor.

Verifique periodicamente o nível de lubrificante do motor por intermédio da vareta de óleo.

Essa inspeção é feita visualmente, com o motor frio e numa superfície plana. Caso o nível esteja abaixo da especificação, procure um centro automotivo, pois o veículo poderá apresentar vazamentos.

Sistema de Arrefecimento

É o sistema responsável pela refrigeração motora do veículo. Caso o funcionamento não esteja adequado, o motor poderá aumentar o consumo de combustível e, na pior das hipóteses, comprometer itens como a junta de cabeçote.

Sempre verifique o nível da água no reservatório de expansão. As medidas sempre deverão ser respeitadas de acordo com os limites mínimo e máximo desse compartimento.

Se perceber que o abastecimento de água é frequente, procure um centro automotivo para um diagnóstico preciso.
Cuidado com os postos de gasolina, geralmente os frentistas adicionam aditivos de maneira indiscriminada, ocasionando sérios problemas ao motor.

Posts Relacionados

  • Nenhum post relacionado.

Faça seu comentário

Comentários

Nenhum comentário